Pensamentos Criativos

A idade não é um pretexto para que se fique velho. (G. Slattery)

A nossa cidade

Conhece-nos!

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Queres saber as horas?

És o visitante nº

alquiler de pisos
alquiler de pisos

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Posts recentes

Até sempre...

2 de Junho - Dia do Idoso...

Próxima paragem: Dia do I...

Poster A0 e Relatório Fin...

Resumo Semanal (18.05.08 ...

tags

queluz(28)

idosos(18)

envelhecimento(16)

resumo semanal(15)

jf(10)

notícias(10)

imagem de reflexão da semana(7)

o melhor do mês(6)

desafio(5)

entrevista(5)

imagem de reflexao da semana(5)

problemas(5)

universidade sénior(5)

1ºperíodo(4)

correio da cidade(4)

inquéritos(4)

património(4)

calendarização(3)

câmara municipal(3)

ccc(3)

ccc desafios(3)

debate(3)

dificuldades / problemas(3)

educação(3)

imagem d reflexão da semana(3)

jfma(3)

jfq(3)

monte-abraão(3)

natal(3)

noticia(3)

objectivos(3)

programa cidades amigas do idoso(3)

auto-avaliação(2)

conversa(2)

dia do idoso(2)

diagnóstico(2)

entrevistas(2)

junta de freguesia(2)

mapas(2)

melhor do mês(2)

pensamentos criativos(2)

plano de acção(2)

pontos fortes(2)

pontos fracos(2)

poster(2)

presidente(2)

relatório final(2)

resumo da semana(2)

solidariedade social(2)

teatroesfera(2)

vídeo(2)

voluntariado(2)

2007(1)

2ºperíodo(1)

3ºperíodo(1)

actividade(1)

actividades económicas(1)

agenda online(1)

amália rodrigues(1)

avaliação de ap(1)

todas as tags

O que pode encontrar aqui ...

Neste blog podem encontrar não só um retrato social, económico e cultural da cidade de Queluz, mas também, e essencialmente, uma abordagem à realidade das pessoas idosas da nossa cidade, sendo que o nosso subtema é "QUELUZ>64" e o nosso grande propósito é que Queluz possa, um dia, ser considerada como um exemplo a nível nacional e mundial de Cidade Amiga do Idoso. (Para compreender melhor o nosso projecto leia as publicações que fizemos ou consulte os links que temos na barra lateral direita acerca do Programa Cidades Amigas do Idoso).
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Diagnóstico da cidade - Pontos Fortes / Pontos Fracos

 

    No período passado, o nosso grande objectivo era fazer um levantamento geral das características demográficas, sociais, ambientais, económicas e culturais da nossa cidade, e identificar os principais pontos fortes e pontos fracos desta. Para tal, fizemos alguns passeios a pé pela cidade, realizámos visitas e entrevistas a várias entidades e instituições, pesquisámos em livros acerca da cidade (essencialmente no livro “A cidade de Queluz”), em revistas e jornais da região, como “O Correio da Cidade”, “O Correio da Linha” e “O Boletim de Queluz”. Recorremos ainda à Internet para enriquecer as nossas fontes de informação, tendo desempenhado um papel importante na nossa pesquisa, sites como “ Dona Maria - http://donamaria.queluz.org”, “Massamá, cidade aberta - http://massamacidadeaberta.blogspot.com”, “Associação Olho Vivo - http://www.olho-vivo.org/default.html” , e ainda os sites das Juntas de Freguesia da Cidade e da Câmara Municipal.
    Os resultados do trabalho desenvolvido por nós até agora estão à vista nas várias publicações que fizemos no nosso blog, mas deixamos, de seguida, uma reflexão acerca dos pontos fortes e fracos que identificámos na cidade durante o 1º Período.
    Assim, este post é uma espécie de conclusão do trabalho feito no período passado, pelo que deveria ter sido publicado já há algum tempo, mas antes foi-nos impossível. Mas agora que tivemos a oportunidade de o fazer, gostaríamos de saber a vossa opinião, sugestões para resolução de problemas e/ou formas de potencializar os pontos favoráveis. Apesar do número de pontos fracos ser inferior ao de pontos fortes, os problemas inventariados são bastante relevantes. Desta forma, pretendemos mostrar que na nossa cidade tanto há aspectos bons e a valorizar como aspectos “menos bons” que necessitam de intervenção e que esperamos que sejam ultrapassados num futuro breve com a colaboração de todos para uma cidade cada vez melhor, uma cidade cada vez mais criativa!
 
 

Pontos Fortes
Pontos Fracos
· Existência de um vasto património histórico e cultural, o que faz com que a nossa cidade seja referida em vários roteiros turísticos a nível mundial. Desta forma, a cidade é um pólo atractivo ao nível do turismo nacional e internacional;
· O tráfego intenso, a escassez de acessibilidades à cidade e a falta de estacionamento, são alguns dos maiores problemas na nossa cidade, pois condicionam a mobilidade da população da cidade. Contudo, as juntas de freguesia da cidade têm-se mostrado sensibilizadas com estes problemas, tentando solucioná-los;
· Permanência do Bairro Tradicional da cidade, conhecido popularmente por “Bairro do Chinelo”, cuja construção data ao século XVIII;
· A cidade tem uma boa localização geográfica, sendo que se localiza na periferia da capital do País, beneficiando assim de um variado leque de oportunidades que uma grande cidade como Lisboa oferece (elevado nº de serviços ao dispor da população, comércio, emprego, transportes, etc.);
· O envelhecimento da população é um problema que afecta fortemente todo o país e que pode vir a ter consequências bastante graves no futuro. Por ser uma temática tão problemática e actual que necessita de intervenção urgentemente, é o tema central do nosso trabalho, demonstrando assim a sua importância não só para a cidade mas para todas as cidades portuguesas em geral;
· A cidade tem o privilégio de integrar o Município de Sintra, que é um ponto importantíssimo para o País, ao ser considerado Património Mundial, pelas características históricas e ambientais que possui;
· Dificuldade em obter pareceres favoráveis por parte da Câmara Municipal e de alguns institutos ligados ao património devido ao facto de certas zonas da cidade integrarem áreas preservadas e protegidas. Assim às vezes torna-se bastante difícil efectuar alterações no território que poderiam melhorar bastante a cidade, mas que por estarem próximo dessas áreas, não podem sofrer qualquer alteração;
·  Existe um grande número de Associações Desportivas localizadas na cidade, o que promove um estilo de vida saudável e activo na sociedade;
· A falta de espaço aliada à elevada densidade populacional condiciona a mobilidade da população e chega mesmo a pôr em causa o seu bem-estar. Esta é uma tendência generalizada a todas as grandes cidades e àquelas que se vieram instalar na sua periferia como é o caso de Queluz;
· Existência de várias Instituições e espaços dedicados à cultura (música, teatro, artes plásticas, artesanato);
·  A cidade oferece uma grande área dedicada aos espaços verdes, estando esta distribuída por toda a cidade;
·  A perda da identidade da população é uma consequência desta vivência em centros urbanos onde as pessoas vivem em “compartimentos” (apartamentos) que quase só servem de dormitório, entram num vai-vem diário (casa-trabalho-casa), não têm tempo para nada, consomem tudo o que lhes é inconscientemente imposto, recebendo influências sem questioná-las. Aqui se misturam hábitos e culturas duma forma descontextualizada e sem se perceber qual a essência delas, acabando por se evaporar a verdadeira cultura que aqui existia inicialmente e que caracterizava a zona;
· Presença do comércio tradicional na cidade, o que preserva a identidade especifica da cidade;
·  Preocupação por parte das entidades responsáveis em restaurar a zona monumental da cidade;
· A insegurança e criminalidade são problemáticas quase sempre presentes em centros urbanos que tiveram um crescimento rápido nos últimos anos. No caso da nossa cidade, tem havido uma preocupação crescente em policiar as ruas e fazer com que a população se sinta acompanhada e a nossa cidade se torne cada vez mais segura;
·  Rebaixamento dos passeios na zona das passadeiras, de forma a facilitar a mobilidade dos peões;
·  Elevada oferta de habitação na zona, o que se reflecte como um pólo atractivo de fixação da população na cidade;
·  Queluz é por excelência uma cidade com um vasto património sendo o Palácio Nacional o seu expoente máximo. No entanto nota-se que existe demasiada preocupação com o património, sendo que isso por si só não seja problema algum, o pior é que isso pode originar um descuido de outros aspectos da cidade que também sejam importantes de tratar;
·   Preocupação em aumentar o espaço para estacionamento na cidade;
·  Eliminação da passagem de nível na Estação de Queluz-Belas e melhoramento da mesma e da zona envolvente a esta, permitindo uma maior mobilidade da população e aumento a sua segurança;
·   Como em qualquer cidade onde a densidade populacional é bastante elevada, nota-se que as infra-estruturas por vezes chegam a ser insuficientes. Queluz não foge à regra, sendo que é compreensível que uma população cada vez maior e cada vez mais exigente e desenvolvida, necessite de mais e mais infra-estruturas e serviços à sua disposição.
·   Preocupação social da cidade em integrar os seus idosos na sociedade, através de projectos que evitem o seu isolamento e promovam o contacto intergeracional.

 

posted by polisxxi às 19:41
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
|

Pesquisa aqui!

 

A nossa agenda online

Free Website Calendars by Bravenet.com View my Online Calendar
Free Calendars by Bravenet.com

Galeria Queluz

Os nossos links

blogs SAPO

Subscrever feeds