Pensamentos Criativos

A idade não é um pretexto para que se fique velho. (G. Slattery)

A nossa cidade

Conhece-nos!

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Queres saber as horas?

És o visitante nº

alquiler de pisos
alquiler de pisos

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Posts recentes

Até sempre...

2 de Junho - Dia do Idoso...

Próxima paragem: Dia do I...

Poster A0 e Relatório Fin...

Resumo Semanal (18.05.08 ...

tags

queluz(28)

idosos(18)

envelhecimento(16)

resumo semanal(15)

jf(10)

notícias(10)

imagem de reflexão da semana(7)

o melhor do mês(6)

desafio(5)

entrevista(5)

imagem de reflexao da semana(5)

problemas(5)

universidade sénior(5)

1ºperíodo(4)

correio da cidade(4)

inquéritos(4)

património(4)

calendarização(3)

câmara municipal(3)

ccc(3)

ccc desafios(3)

debate(3)

dificuldades / problemas(3)

educação(3)

imagem d reflexão da semana(3)

jfma(3)

jfq(3)

monte-abraão(3)

natal(3)

noticia(3)

objectivos(3)

programa cidades amigas do idoso(3)

auto-avaliação(2)

conversa(2)

dia do idoso(2)

diagnóstico(2)

entrevistas(2)

junta de freguesia(2)

mapas(2)

melhor do mês(2)

pensamentos criativos(2)

plano de acção(2)

pontos fortes(2)

pontos fracos(2)

poster(2)

presidente(2)

relatório final(2)

resumo da semana(2)

solidariedade social(2)

teatroesfera(2)

vídeo(2)

voluntariado(2)

2007(1)

2ºperíodo(1)

3ºperíodo(1)

actividade(1)

actividades económicas(1)

agenda online(1)

amália rodrigues(1)

avaliação de ap(1)

todas as tags

O que pode encontrar aqui ...

Neste blog podem encontrar não só um retrato social, económico e cultural da cidade de Queluz, mas também, e essencialmente, uma abordagem à realidade das pessoas idosas da nossa cidade, sendo que o nosso subtema é "QUELUZ>64" e o nosso grande propósito é que Queluz possa, um dia, ser considerada como um exemplo a nível nacional e mundial de Cidade Amiga do Idoso. (Para compreender melhor o nosso projecto leia as publicações que fizemos ou consulte os links que temos na barra lateral direita acerca do Programa Cidades Amigas do Idoso).
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Voluntariado em Queluz - Projecto "Afectos"

       O Projecto "Afectos" é uma iniciativa do Centro de Saúde de Queluz em conjunto com várias instituições na comunidade, com o apoio financeiro do P.A.I.I. (Programa Apoio Integrado Idosos), e destina-se a jovens entre os 16 e os 30 anos.

       Este projecto de voluntariado é mais um bom exemplo de como na nossa cidade pode ajudar a melhorar a qualidade de vida dos idosos e a fazê-los sentir-se melhor.

       Esperamos que seja um projecto com sucesso e que incentive o aparecimento de mais iniciativas como esta, não só na nossa zona, mas em todo o país.

       PARTICIPA NO PROJECTO AFECTOS e contribui para fazer alguém que precisa mais feliz.

 

 

 

 

 

 

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 21:23
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Resumo Semanal (21.01.08 - 27.01.08)

   Cá estamos nós mais uma vez para vos contarmos o que fizemos esta semana. Foi uma semana bastante preenchida e diversificada.

  

    Mas o que fizemos então? 

 - Reunimo-nos com a Presidente da Junta de Freguesia de Monte-Abraão, a fim de falar um pouco sobre o nosso projecto, debater os principais pontos positivos e negativos na cidade, mais especificamente na Freguesia, e tomar conhecimento da acção desta junta de freguesia junto da população idosa;

 

- Agendámos para a próxima semana uma reunião na Direcção Geral de Saúde com a Dra. Gregória Von Amann;

 

- Iniciámos a realização de um inquérito à população idosa;

 

- Trabalhámos no blog, publicando alguns posts e rúbricas;

 

- Tivemos uma pequena reunião telefónica com o Dr. José Carlos Mota, da organização do CCC. Já agora aproveitamos para agradecer mais uma vez as dicas;

 

- Procedemos à divisão de tarefas com vista à organização do nosso trabalho;

 

- Continuámos a ediçao da entrevista ao Presidente da Junta de Freguesia de Queluz e iniciámos a edição da entrevista com a Presidente da Junta de Monte-Abraão;

 

- Dirigimo-nos ao Teatroesfera para definir alguns pormenores de um projecto futuro que temos em mente, que se encontra ainda numa fase inicial mas que em breve já poderá ser divulgado.

 

Sentimo-nos: Organizados
posted by polisxxi às 18:37
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Nos bastidores da cultura

       Conforme referimos no post "2º Período...Que objectivos?", este período iremos não só debruçar-nos sobre a temática do envelhecimento na nossa cidade - Queluz>64 -, mas também continuaremos a aprofundar o estudo que fizémos durante o período passado, acerca dos aspectos económicos, sociais e culturais mais importantes da nossa cidade.

    Assim, por considerarmos o grupo de teatro "Teatroesfera" um dos maiores actores culturais da cidade, decidimos deslocar-nos até lá, no passado dia 9 de Janeiro, para conversar com alguns responsáveis e actores e conhecer melhor o trabalho por eles desenvolvido.

    De seguida deixamo-voss uma amostra desta conversa.

.

PolisXXI- Como é que o teatroesfera foi fundado?

Teatroesfera- O teatroesfera nasceu da iniciativa de um grupo de actores que já trabalhava junto em anteriores peças como “Malaquias” e “Flautas”, na companhia de teatro Aseredas, em Sintra. Devido á lacuna de cultura que existia em Queluz, resolveram então trazer, em 1995, a companhia para a cidade. Esta era inicialmente dirigida a crianças e localizava-se na sede do Real Sport Clube.

 

PolisXXI - Qual a capacidade do auditório?

Teatroesfera- Este tem 114 lugares disponíveis.

 

PolisXXI- Acha que nesta zona as pessoas se sentem motivadas a ir ao teatro?

Teatroesfera- Nós temos espectadores antigos, que conhecem a nossa companhia desde crianças, e que hoje em dia comparecem sempre que possível ás nossas peças, mas sinceramente, achamos que as pessoas da zona são as que menos reconhecem o nosso trabalho. Preferem ir a Sintra ou a Lisboa ao Teatro, e geralmente são as pessoas de fora da cidade de Queluz que nos vêm ver e chamam a atenção dos Queluzences para que temos aqui boas peças. Esta é uma realidade que ainda nos entristece, uma vez que a afluência é muito maior por escolas e por população de fora de Queluz do que por aqueles que aqui vivem.

 

PolisXXI- Qual é o vosso publico alvo?

Teatroesfera- As nossas peças dirigem-se ao público em geral, o nosso nome pretende mostrar isso mesmo, uma esfera que envolve tudo e todos que gostem de teatro.

 

PolisXXI- Consideram-se um pólo cultural na cidade?

Teatroesfera- Consideramo-nos um pólo importante não só na cidade como também no país.

 

PolisXXI- Que tipo de apoios recebem?

Teatroesfera- Recebemos o apoio da Câmara Municipal De Sintra e o ministério da cultura, que são os mais significativos. Antigamente as Juntas De Freguesia ainda compravam os espectáculos, mas hoje em dia já não têm a capacidade de financiar a cultura como gostaríamos.

 

PolisXXI- Como é que publicitam o vosso grupo de teatro? Consideram-no suficiente?

Teatroesfera- A publicidade nunca é suficiente. No entanto, com os recursos existentes apostamos mais na distribuição de postais pela cidade, visto que a publicidade na imprensa exige grandes investimentos, investimentos que não temos capacidade de suportar.

 

PolisXXI- Sentem-se satisfeitos com o local onde o teatro se encontra ou preferiam um local mais amplo?

Teatroesfera- Estamos satisfeitos com o local, pois é visível e acessível (está perto dos transportes). Quanto ás instalações, poderiam ser melhores, mas como no nosso país a cultura não é primordial, estamos satisfeitos com as mesmas.

  

PolisXXI- Adaptam os guiões das peças aos actores do grupo ou vice-versa?

Teatroesfera- A nossa primeira escolha prende-se com a peça que está, normalmente, relacionada com a cidade e com o quotidiano da população. Depois de escolhida a peça, pensamos então nos actores, sendo que não temos um elenco fixo.

 

PolisXXI- Alguma vez realizaram workshops ou algum tipo de actividades que vos aproximem da população mais jovem?

Teatroesfera- Já realizámos alguns workshops, no entanto estes não foram para a frente, pois a aderência da população foi reduzida.

 

PolisXXI- Com que opinião ficam as pessoas depois de assistir ao vosso trabalho?

Teatroesfera- As pessoas ficam sempre satisfeitas e acabam por voltar. Neste teatro há uma energia especial que contagia quem nos visita.

 

PolisXXI- Como é que é trabalhar aqui no teatroesfera?

Teatroesfera- É uma companhia onde nos sentimos bem recebidos, onde há um bom ambiente de trabalho e onde o trabalho é colectivo.

 

PolisXXI- Há quanto tempo fazem parte do grupo de teatro?

Teatroesfera- Há aqui actores que estão connosco desde do inicio da companhia, enquanto outros têm vindo a juntar-se a nós recentemente.

 

PolisXXI- Sentem-se satisfeitos a representar peças para o público mais jovem?

Teatroesfera- Gostamos de trabalha para todo o tipo de público, no entanto o público jovem é mais exigente, pois temos que dar tudo de nós para captarmos a sua atenção. Pensamos ainda que a população jovem está, hoje em dia, muito dividida: uns muito no topo, interessados por cultura e por conhecer, enquanto outros são muitos básicos, resultado do consumismo da televisão e dos media.

 

PolisXXI- Já que maior parte das peças que os alunos vêm ver fazem parte do programa escolar, sentem que contribuem para o sucesso escolar?

Teatroesfera- Pensamos que sim, pois as peças foram escritas para representar e não apenas para ler e estudar. O teatro é uma disciplina que ajuda na vida de um jovem e no seu sucesso escolar. Ajuda a conhecer-te como pessoa, ganhar respeito e disciplina. Temos experiência de alunos que frequentaram aulas de teatro e são hoje em dia melhores alunos por isso mesmo.

 

PolisXXI- Que conselhos dão a quem gostaria de seguir a carreira de actor/actriz?

Teatroesfera- Primeiro que tudo quem escolhe esta profissão tem de ter os pés bem assentes na terra, pois tudo o que associamos aos actores é efémero. O mediatismo passa muito depressa, e por isso mesmo quem quer seguir esta carreira tem de amar o que faz e não correr apenas á procura de fama. É uma profissão muito inconstante, e assim ou se gosta mesmo e se aceitam os sacrifícios ou então não vale a pena.

Um actor é um ser em construção, não deve estagnar e deve procurar formação permanente. Têm de ter estrutura mental e não desistir á primeira. Há mil linguagens dentro do teatro e cabe-te a ti descobri-las.  

 

   Terminou assim a nossa entrevista àquele que consideramos um dos mais importantes pólos culturais da nossa cidade.

   O grupo atingiu assim os seus objectivos iniciais ao visitar este teatro, e da conversa com os actores concluímos que este é um projecto, que tendo uma importância a nível nacional, deve ser alvo de maiores apoios e acima de tudo uma maior consideração.

 

 

     Agradecemos mais uma vez ao grupo teatroesfera pela disponibilidade e pela simpatia com que nos atenderam!

.

 

Sentimo-nos: artistas
posted by polisxxi às 14:13
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Imagem de Reflexão da semana

    Ao passearmos pela freguesia de Queluz, grande parte da população com que nos cruzamos tem mais do que 65anos. Estas são algumas imagens que o comprovam...

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 22:29
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Projecto de Voluntariado em Massamá - "COMSIGO"

         Desta vez, viemos dar a conhecer mais um bom exemplo de como se pode integrar, ajudar e contactar com os idosos de modo a fazê-los sentir-se melhor.    

       Este exemplo é passado numa das freguesias da nossa cidade e esperamos que seja um projecto com futuro e que encoraje o aparecimento de mais iniciativas como esta.

.

.

Projecto de Voluntariado em Massamá - "COMSIGO"



 

Origem: Este projecto de voluntariado desenvolvido na Freguesia de Massamá denomina-se "COMSIGO" e resulta de uma parceria, no âmbito da Rede Social, entre a Junta de Freguesia de Massamá e o Centro de Educação e Reabilitação de Deficientes de Todo o País - CERCITOP, CRL.

Ambas as instituições constituíram uma parceria, em 2004, para a criação do serviço de apoio domiciliário na freguesia de Massamá que, presentemente, responde a cerca de 50 utentes. Entretanto, perante a necessidade de criar uma resposta ao nível do apoio mais informal às pessoas idosas e/ou dependentes decidiram criar um projecto de voluntariado.

 

Objectivos: Esta é uma iniciativa que visa apoiar, no domicílio, pessoas idosas e/ou dependentes que se encontrem mais isoladas, através de tarefas como pequenas compras, acompanhamento a consultas médicas, passeios, e ainda promover a partilha de experiências e saberes e o convívio inter-geracional, de modo a combater a solidão e o isolamento.

 

Voluntários: A partir de um grupo de pessoas que se foram inscrevendo na Junta de Freguesia, interessadas em exercer voluntariado, foram seleccionados e formados, 8 voluntários, com idades entre os 17 e os 51 anos.

 

Visitas aos utentes: As visitas aos utentes são normalmente realizadas em horário pós-laboral, fim de tarde ou aos fins-de-semana, dado que a maioria dos voluntários trabalha e/ou estuda.

 

Para mais informações sobre o projecto e/ou no caso de necessitar deste tipo de apoio ou conhecer alguém que dele necessite por favor contacte:

 

Junta de Freguesia de Massamá

R. Dr. Francisco Ribº de Spínola, s/n

Massamá 2745-812 Queluz

Tel.: 21 439 23 31

(Dra. Teresa Velosa)

.

Centro de Educação e Reabilitação de Deficientes de Todo o País – CERCITOP, CRL

R. Prof. Dr. Gama Pinto, s/n
Massamá 2745-782 Queluz
Tel. 21 438 00 59 ou 96 130 73 35
(Dra. Joana Santos)

.

Fonte: http://vps2.elementodigital.com/~jfmassa/1815/novo-projecto-de-voluntariado-em-massama.htm

 

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

O grupo Polis XXI foi capa do Jornal "Correio da Cidade"

 

  

 

É verdade, já está à vista na edição nº 16 (Janeiro de 2008) do “Correio da Cidade” de Queluz o resultado final da entrevista que o grupo PolisXXI deu a este jornal.

Ficámos muito contentes e orgulhosos de ver o nosso trabalho exposto a toda a população da zona através deste jornal que se mostra um bom meio de difusão de notícias, ideias e opiniões.

Esperamos que tenham oportunidade de obter um exemplar (distribuído gratuitamente por toda a cidade) e de ler a notícia na íntegra.

 

Nota: na foto só aparecem 4 elementos pois uma das nossas colegas não se encontrava no país no momento da entrevista.

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 19:25
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Diagnóstico da cidade - Pontos Fortes / Pontos Fracos

 

    No período passado, o nosso grande objectivo era fazer um levantamento geral das características demográficas, sociais, ambientais, económicas e culturais da nossa cidade, e identificar os principais pontos fortes e pontos fracos desta. Para tal, fizemos alguns passeios a pé pela cidade, realizámos visitas e entrevistas a várias entidades e instituições, pesquisámos em livros acerca da cidade (essencialmente no livro “A cidade de Queluz”), em revistas e jornais da região, como “O Correio da Cidade”, “O Correio da Linha” e “O Boletim de Queluz”. Recorremos ainda à Internet para enriquecer as nossas fontes de informação, tendo desempenhado um papel importante na nossa pesquisa, sites como “ Dona Maria - http://donamaria.queluz.org”, “Massamá, cidade aberta - http://massamacidadeaberta.blogspot.com”, “Associação Olho Vivo - http://www.olho-vivo.org/default.html” , e ainda os sites das Juntas de Freguesia da Cidade e da Câmara Municipal.
    Os resultados do trabalho desenvolvido por nós até agora estão à vista nas várias publicações que fizemos no nosso blog, mas deixamos, de seguida, uma reflexão acerca dos pontos fortes e fracos que identificámos na cidade durante o 1º Período.
    Assim, este post é uma espécie de conclusão do trabalho feito no período passado, pelo que deveria ter sido publicado já há algum tempo, mas antes foi-nos impossível. Mas agora que tivemos a oportunidade de o fazer, gostaríamos de saber a vossa opinião, sugestões para resolução de problemas e/ou formas de potencializar os pontos favoráveis. Apesar do número de pontos fracos ser inferior ao de pontos fortes, os problemas inventariados são bastante relevantes. Desta forma, pretendemos mostrar que na nossa cidade tanto há aspectos bons e a valorizar como aspectos “menos bons” que necessitam de intervenção e que esperamos que sejam ultrapassados num futuro breve com a colaboração de todos para uma cidade cada vez melhor, uma cidade cada vez mais criativa!
 
 

Pontos Fortes
Pontos Fracos
· Existência de um vasto património histórico e cultural, o que faz com que a nossa cidade seja referida em vários roteiros turísticos a nível mundial. Desta forma, a cidade é um pólo atractivo ao nível do turismo nacional e internacional;
· O tráfego intenso, a escassez de acessibilidades à cidade e a falta de estacionamento, são alguns dos maiores problemas na nossa cidade, pois condicionam a mobilidade da população da cidade. Contudo, as juntas de freguesia da cidade têm-se mostrado sensibilizadas com estes problemas, tentando solucioná-los;
· Permanência do Bairro Tradicional da cidade, conhecido popularmente por “Bairro do Chinelo”, cuja construção data ao século XVIII;
· A cidade tem uma boa localização geográfica, sendo que se localiza na periferia da capital do País, beneficiando assim de um variado leque de oportunidades que uma grande cidade como Lisboa oferece (elevado nº de serviços ao dispor da população, comércio, emprego, transportes, etc.);
· O envelhecimento da população é um problema que afecta fortemente todo o país e que pode vir a ter consequências bastante graves no futuro. Por ser uma temática tão problemática e actual que necessita de intervenção urgentemente, é o tema central do nosso trabalho, demonstrando assim a sua importância não só para a cidade mas para todas as cidades portuguesas em geral;
· A cidade tem o privilégio de integrar o Município de Sintra, que é um ponto importantíssimo para o País, ao ser considerado Património Mundial, pelas características históricas e ambientais que possui;
· Dificuldade em obter pareceres favoráveis por parte da Câmara Municipal e de alguns institutos ligados ao património devido ao facto de certas zonas da cidade integrarem áreas preservadas e protegidas. Assim às vezes torna-se bastante difícil efectuar alterações no território que poderiam melhorar bastante a cidade, mas que por estarem próximo dessas áreas, não podem sofrer qualquer alteração;
·  Existe um grande número de Associações Desportivas localizadas na cidade, o que promove um estilo de vida saudável e activo na sociedade;
· A falta de espaço aliada à elevada densidade populacional condiciona a mobilidade da população e chega mesmo a pôr em causa o seu bem-estar. Esta é uma tendência generalizada a todas as grandes cidades e àquelas que se vieram instalar na sua periferia como é o caso de Queluz;
· Existência de várias Instituições e espaços dedicados à cultura (música, teatro, artes plásticas, artesanato);
·  A cidade oferece uma grande área dedicada aos espaços verdes, estando esta distribuída por toda a cidade;
·  A perda da identidade da população é uma consequência desta vivência em centros urbanos onde as pessoas vivem em “compartimentos” (apartamentos) que quase só servem de dormitório, entram num vai-vem diário (casa-trabalho-casa), não têm tempo para nada, consomem tudo o que lhes é inconscientemente imposto, recebendo influências sem questioná-las. Aqui se misturam hábitos e culturas duma forma descontextualizada e sem se perceber qual a essência delas, acabando por se evaporar a verdadeira cultura que aqui existia inicialmente e que caracterizava a zona;
· Presença do comércio tradicional na cidade, o que preserva a identidade especifica da cidade;
·  Preocupação por parte das entidades responsáveis em restaurar a zona monumental da cidade;
· A insegurança e criminalidade são problemáticas quase sempre presentes em centros urbanos que tiveram um crescimento rápido nos últimos anos. No caso da nossa cidade, tem havido uma preocupação crescente em policiar as ruas e fazer com que a população se sinta acompanhada e a nossa cidade se torne cada vez mais segura;
·  Rebaixamento dos passeios na zona das passadeiras, de forma a facilitar a mobilidade dos peões;
·  Elevada oferta de habitação na zona, o que se reflecte como um pólo atractivo de fixação da população na cidade;
·  Queluz é por excelência uma cidade com um vasto património sendo o Palácio Nacional o seu expoente máximo. No entanto nota-se que existe demasiada preocupação com o património, sendo que isso por si só não seja problema algum, o pior é que isso pode originar um descuido de outros aspectos da cidade que também sejam importantes de tratar;
·   Preocupação em aumentar o espaço para estacionamento na cidade;
·  Eliminação da passagem de nível na Estação de Queluz-Belas e melhoramento da mesma e da zona envolvente a esta, permitindo uma maior mobilidade da população e aumento a sua segurança;
·   Como em qualquer cidade onde a densidade populacional é bastante elevada, nota-se que as infra-estruturas por vezes chegam a ser insuficientes. Queluz não foge à regra, sendo que é compreensível que uma população cada vez maior e cada vez mais exigente e desenvolvida, necessite de mais e mais infra-estruturas e serviços à sua disposição.
·   Preocupação social da cidade em integrar os seus idosos na sociedade, através de projectos que evitem o seu isolamento e promovam o contacto intergeracional.

 

posted by polisxxi às 19:41
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

2ºPERÍODO… Que objectivos?

    Bem, já lá vão mais de duas semanas desde o início do 2ºPeríodo, mas infelizmente não conseguimos fazer este publicação mais cedo …Contudo, achamos que mais vale tarde do que nunca e por isso cá estamos nós para vos dizer o que pretendemos fazer ao longo deste Período.

    Para começar, queremos melhorar o trabalho por nós desenvolvido ao longo do 1ºPeríodo, ou seja, pretendemos enriquecer o diagnóstico geral que fizemos da cidade em termos demográficos, sociais, históricos, económicos e culturais. Para tal, iremos continuar a entrevistar e a divulgar práticas, actores e instituições que consideremos importantes para a nossa cidade, ao contribuírem para aumentar a qualidade de vida da população nela residente e para a projecção da cidade de Queluz a nível nacional e mundial. Iremos ainda proceder à distribuição de um inquérito à população idosa da cidade de Queluz, com o objectivo de ficar a conhecer  a sua opinião no que diz respeito à forma a cidade os trata, e se estes consideram que a cidade adapta as suas estruturas às suas suas necessidades especificas.


    Vamos ainda tentar conversar com as principais entidades políticas da cidade: o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz (já entrevistado), a Presidente da Junta de Freguesia do Monte Abraão, o Presidente da Junta de Freguesia de Massamá e, se possível, com o Presidente da Câmara Municipal de Sintra. Nestas conversas iremos abordar essencialmente a temática do envelhecimento na nossa cidade: queremos saber se as entidades políticas mais importantes de Queluz a consideram uma cidade envelhecida, se acham que esta situação se irá inverter nos próximos anos, se consideram que a cidade integra bem os seus idosos, se os apoia, se lhes presta e lhes disponibiliza serviços e actividades de auxilio, e o que pensam fazer para continuar a melhorar o bem-estar dos idosos da cidade.

    Durante este período iremos visitar pelo menos duas instituições de auxílio a idosos da cidade, não só para conhecer o trabalho por estas desenvolvido (que tão importante é para muitos idosos da cidade), mas também para podermos ter um maior contacto com a população idosa da cidade.

    Na última semana deste período iremos ainda realizar uma visita de estudo orientada por nós, isto é, iremos elaborar um roteiro com alguns dos sítios mais bonitos da cidade e que são obrigatórios de conhecer – desde bairros típicos, monumentos, jardins, exposições, enfim, entre muitos outros locais característicos da cidade – e iremos, posteriormente, fazer de “guias” durante um dia, dando a conhecer à nossa turma o que a cidade oferece de melhor.

    Durante este período vamos ainda começar a planear a actividade que pretendemos desenvolver no fim do ano lectivo para finalizar em grande o desenvolvimento do nosso projecto, mas esta continuará no segredo dos deuses até estar melhor definida e planificada.

    Bem, mas o grande desafio deste período, visto que será essencial no desenvolvimento do nosso subtema -“O envelhecimento na cidade de Queluz”- será baseado no Programa Cidades Amigas do Idoso. Tivemos conhecimento desta iniciativa da OMS no final do período passado e desde logo achámos que esta poderia ser muito importante para nos apoiar no desenvolvimento do nosso projecto.

    Mas o que pretendemos fazer ao certo com o Programa Cidades Amigas do Idoso? 
   

    Como já referimos numa publicação anterior, o Programa Cidades Amigas do Idoso visa um conjunto de mudanças muito simples mas com grande importância para melhorar o bem-estar dos idosos que vivem nas cidades do Mundo. Para ajudar as cidades nas várias etapas de desenvolvimento a analisarem-se sob a perspectiva dos idosos e a identificarem os pontos que devem melhorar para poderem ficar mais amigas da terceira idade, a OMS desenvolveu um guia, o “Guia Global das Cidades Amigas do Idoso”. “Este Guia é destinado a grupos de pessoas interessadas em tornar as suas cidades mais amigas dos idosos […]. A lista de características amigáveis aos idosos não é um sistema para comparar cidades. Na verdade, trata-se de uma ferramenta para uma cidade se auto-avaliar e um mapa onde possam ser anotados os progressos alcançados.[…] É possível ir além dela e existem cidades com características que vão além do indicado na lista.”
    Este Guia foi elaborado com a ajuda plena dos idosos das cidades e o mesmo se aplica à sua utilização: o objectivo deste guia é envolver os idosos, estes devem avaliar os aspectos positivos e negativos das cidades e, com base na sua experiência, ajudar a tornar as cidades mais amigas dos idosos.
    Assim, o que nós pretendemos é, com base neste Guia, avaliar a nossa cidade, identificando o que esta tem e o que deveria ter e fazer para poder ser considerada um exemplo a nível nacional de cidade amiga do idoso. Para tal, contactámos a Direcção Geral da Saúde que se disponibilizou inteiramente a apoiar-nos no desenvolvimento desta avaliação da nossa cidade (em breve marcaremos uma reunião com a DGS). Iremos ainda, como o Guia “diz”, questionar a população idosa da cidade, levando-a a participar activamente na avaliação da nossa cidade.
    Iremos então elaborar um plano que irá conter uma lista com o levantamento das características positivas e negativas da nossa cidade no que diz respeito à forma como a cidade auxilia os seus idosos e contribui para o seu bem-estar. Este plano irá ainda conter várias propostas a serem entregues às Juntas de Freguesia da Cidade e à Câmara Municipal de Sintra, no 3º Período, para que a nossa cidade possa, um dia, adquirir o estatuto de cidade amiga do idoso. 
    Com este trabalho pretendemos não só aprender muito acerca do envelhecimento nas áreas urbanas, mas principalmente ajudar a tornar a nossa cidade numa cidade mais amiga da terceira idade, numa cidade onde os idosos vivam bem e com gosto.

Sentimo-nos: motivados para trabalhar
posted by polisxxi às 23:30
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!

Resumo Semanal (14.01.08 - 20.01.08)

    A partir desta semana, aos domingos, iremos realizar um resumo semanal de todas as actividades realizadas por nós ao longo dessa semana, para desta forma podermos sintetizar o trabalho por nós desenvolvido em cada semana, e dá-lo a conhecer melhor aos nossos visitantes.

   

    Então, e o que fizemos nós esta semana?

- Agendámos uma reunião com a Presidente da Junta de Freguesia de Monte-Abraão;

- Recebemos, via mail, a resposta da Direcção Geral de Saúde que tinhamos contactado a semana passada para peditr auxilio no nosso trabalho (ao qual responderemos nos próximos dias);

- Concluímos a edição da entrevista ao Teatroesfera (a qual publicaremos esta semana);

- Trabalhámos no blog e publicámos duas das nossas rúbricas - "Pensamentos Criativos" e "Imagem de reflexão da semana");

- Continuámos a edição dos próximos posts (Pontos fracos e fortes da cidade, os nossos objectivos para este período, entrevista com o presidente da Junta de Freguesia de Queluz);

- Concluímos a realização de um inquérito dirigido à população escolar. Iremos proceder à sua distribuição nas próximas semanas;

- Organizámos o portefólio da disciplina (relatórios individuais, tarefas já realizadas, auto e hetero avaliação etc.);

- Balanço das actividades até agora realizadas com a professora de Área de Projecto;

- A entrevista que demos nas férias de Natal ao jornal Correio da Cidade saíu no passado dia 16 de Janeiro. No entanto, ainda não conseguimos adquirir um exemplar. Mal consigamos iremos publicar a entrevista aqui no blog.

 

 

Sentimo-nos: organizados
posted by polisxxi às 18:14
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Imagem de reflexão da semana

 

    Um dos principais temas de debate no nosso país no ínicio do mês foi o funcionamento da Linha de muito alta tensão Fenhões-Trajouce. Por isso mesmo, a nossa escolha como imagem de reflexão da semana (apesar do tema ja estar encerrado) é uma fotografia dessas mesmas linhas.

    Sucintamente, estas linhas, quando não enterradas, são consideradas perigosas para a saúde pública.

    E porque pusemos nós esta fotografia como imagem de reflexão da semana? Primeiro porque achamos que é de louvar toda a dedicação e empenho que a Junta de Freguesia de Monte-Abraão mostrou em salvaguardar o bem-estar e a saúde dos habitantes das zonas por onde a rede passava; e segundo porque, apesar de não termos competência para nos envolvermos em assuntos políticos, consideramos no mínimo vergonhoso o facto de ter sido posta em causa a saúde das pessoas (e claro a sua vida) como foi posta neste caso. A Câmara Municipal de Sintra assume os encargos financeiros em que o desmantelamento desta rede e consequente enterramento se concretizarão.

-------------------------------------------------------------

    O grupo aproveita para vos informar que a nossa rúbrica "pensamentos criativos" se encontra, a partir desta semana, na barra lateral esquerda do nosso blog.

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 17:51
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Imagem de Reflexão da semana

Massamá

.

   Pedem civismo por parte dos cidadãos, mas quando a população mostra sinais de civismo são as as entidades públicas que não cumprem os seus deveres...Assim não!

.

Fonte: http://massamacidadeaberta.blogspot.com/

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 16:34
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!

Quanto aos novos desafios do CCC...

   Apesar de não podermos estar presentes no "CCC on the road" que vai decorrer no próximo dia 16 de Janeiro em Lisboa, vamos aceitar o desafio do CCC e fazer uma publicação acerca do que gostaríamos que fosse a nossa cidade daqui a 15 anos.

   No que diz respeito ao segundo desafio: "convidarem os representantes da vossa comunidade (autarquias, agentes sociais, culturais e económicos) para a organização conjunta de um debate sobre o futuro das vossas vilas/cidades.", já tinhamos pensado, no período anterior, em contactar as entidades políticas e económicas mais importantes da cidade, para falar com estas sobre os principais problemas que a cidade enfrenta e para tentarmos chegar, em conjunto, a soluções para estes mesmos problemas, daí termos deixado as entrevistas com os presidentes das Juntas de Freguesia e com a Câmara Municipal de Sintra para este período. Este período iremos ainda conversar com alguns responsáveis por instituições de apoio a idosos da cidade, e com a Direcção Geral da Saúde. Contudo, é muito dificil organizar uma reunião com todas estas entidades, por isso, apesar de irmos debater o futuro da nossa cidade com estas entidades políticas (e outras instituições ecónómicas e culturais importantes para a cidade), faremo-lo individualmente. No final do 2º Período juntaremos as conclusões que tirarmos ao longo dos vários encontros, de forma a podermos encontrar uma estratégia para melhorar o futuro da cidade coerente e realista.

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 15:57
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

Novidades

    Hoje tivémos um dia em cheio! Saímos da escola às 16:45h e estivemos até as 20H00 a trabalhar no projecto! De facto, como está marcado na nossa agenda, depois das aulas fomos fazer uma entrevista ao grupo de teatro da cidade - o "Teatroesfera". Logo de seguida fomos entrevistar o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz, o Dr. António Barbosa de Oliveira.

   Assim, estamos muito satisfeitos, pois apesar de termos tido uma tarde cansativa, esta foi acima de tudo muito produtiva, na medida em que, em apenas algumas horas, conseguimos tomar conhecimento de vários aspectos importantes da cidade. Em breve, disponibilizaremos estas entrevistas no blog.

    Desde já, o grupo quer agradecer tanto ao Teatroesfera como ao Dr. António Barbosa de Oliveira, pela simpatia e disponibilidade demonstradas. Obrigado!

.

Até Breve,

O grupo

posted by polisxxi às 21:51
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

Análise do inquérito on-line

 

 

      Após termos atingido os cem votos no nosso inquérito on-line ("O que há para mudar na cidade de Queluz?") resolvemos analisar os resultados, assim como tentar explicar o porquê dos mesmos. 
    Como podemos observar através do gráfico acima exposto, o tráfego intenso e a criminalidade nas ruas da nossa cidade foram os problemas mais votados. Concluímos ainda que a falta de espaços verdes não representa um problema para os habitantes de Queluz, visto que foi o item menos votado.

.. .O grupo PolisXXI, como residente na cidade de Queluz, concorda plenamente com os resultados obtidos. De facto, o trânsito na nossa cidade é um problema que não só se arrasta há alguns anos como se tem vindo a agravar. Isto acontece devido à linha de Sintra ser uma área com o preço do solo barato relativamente a outras áreas, e por isso mesmo, acabou por se tornar residência para muita população que tem o seu local de trabalho noutras cidades, como Lisboa, Oeiras ou a Amadora. O tráfego resulta assim das deslocações diárias que a população realiza, uma vez que as infra-estruturas da cidade não acompanharam o crescimento demográfico, tornando-se o escoamento uma tarefa difícil para tão poucos acessos à IC19.

...Quanto á criminalidade e insegurança, podemos associá-las também ao baixo preço do solo desta área, que permite a fixação de população com diferentes origens e níveis sociais. Estes contrastes sociais resultam muitas vezes em conflitos que geram um ambiente de insegurança e medo entre a população residente. Infelizmente, os assaltos são também algo que caracteriza algumas zonas da cidade de Queluz, como por exemplo as estações de comboios.

...Depois de analisado o gráfico e explicados os resultados, apresentamos de seguida algumas ideias/propostas que pensamos serem importantes na resolução dos mesmos.
...Relativamente ao tráfego, pensamos que este se poderia reduzir apostando:
..............- Na criação de postos de emprego dentro da cidade, maioritariamente serviços, para que a população não necessitasse de se deslocar diariamente;
..............- Na criação de um maior numero de saídas da cidade para um melhor escoamento da população;
..............- Na criação de uma rede de transportes públicos adequada às necessidades da população, de forma a minimizar a utilização do automóvel;

...Já no que diz respeito á criminalidade e insegurança, pensamos que estas poderiam ser minimizadas através de:
..............- Um maior policiamento nas zonas consideradas mais perigosas, como estações de comboios, ruas escuras ou escolas;
..............- União de esforços das várias identidades policiais no combate a este problema;
..............- Aposta na criação de locais alternativos, onde os jovens possam ser acompanhados num ambiente calmo e familiar, que muitas vezes não possuem em casa;
..............- Atribuição de maior poder de intervenção ás autoridades;
..............- Abertura de uma linha telefónica de apoio a jovens e idosos, os mais atingidos pela criminalidade.

...Finalizamos assim o nosso primeiro inquérito on-line e a sua respectiva análise. Gostávamos que dessem a vossa opinião acerca desta análise. Concordam com os resultados do Inquérito Online? O que pensam das nossas propostas? Têm mais sugestões? COMENTEM! Queremos saber a vossa opinião!

   Contamos também com o vosso voto no novo inquérito que já se encontra a decorrer.

.................................Sem mais assunto, até breve! 
 

posted by polisxxi às 21:56
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Agenda criativa online!

    Olá! O grupo está aqui para vos dizer que de hoje em diante podem encontrar no blog uma agenda online!É verdade! Através desta podem ter conhecimento não só de eventos importantes que vão decorrer na cidade ou no país, mas também acompanhar o desenvolvimento do nosso projecto, visto que o grupo vai assinalando na agenda as actividades que tem programadas.

 

------------------------------------------------------------------

... O grupo PolisXXI aproveita ainda para informar que, como prometeu, dedicou muito tempo na resolução dos problemas que havia no nosso blog (barra lateral direita etc.). Infelizmente, os problemas não foram totalmente solucionados de maneira que, para visualizarem o blog nas perfeitas condições (com barra lateral direita, ponteiro do rato e com todos os posts) têm de escrever sempre o endereço do site, não podendo actualizar a página. Pedimos desculpa por estes problemas mas a sapo(contactada por mail) não nos conseguiu ajudar.

.....Desejamos a todos um bom fim-de-semana.

Sentimo-nos: organizados
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Imagem de Reflexão da semana

     A imagem que se segue mostra a má sinalização colocada junto ao Palácio de Queluz. Esta é um exemplo do não ter em conta pessoas deficientes visuais.

 

Manuel Guedelha

 

     O grupo sugere a utilização de sinalização auditiva junto das passadeiras, senão, como vão os deficientes visuais ter conhecimento da existência de passadeiras?

.

Imagem tirada de: http://www.rtp.pt/index.php?article=199107&visual=6

posted by polisxxi às 23:48
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!

Problemas no Blog

..    .Boa noite! O grupo descobriu finalmente o que causava tantos problemas no nosso blog. As apresentações power-point (colocadas através do site slideshare) não permitiam que se pudessem ver todos os posts nem a barra lateral direita.

..  .Já temos algumas ideias para resolver este problema e faremos de tudo para que o blog volte a funcionar a 100%.

---------------------------------------------------------------

     Aproveitamos ainda para informar a partir de hoje temos um novo inquérito online no nosso blog. Desta vez, centrámo-nos no subtema do Envelhecimento e queremos agora saber o que deve ser feito para mehorar a qualidade de vida dos nossos idosos. Participem! Contamos com o vosso voto!

..  .

    .Cumprimentos do grupo

Sentimo-nos: desapontados
posted by polisxxi às 23:30
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

O Melhor do Ano

...Tal como dissemos na segunda-feira, o grupo POLISXXI elegeu um evento relacionado com o nosso tema que marcou, sem dúvida alguma, este ano que passou. Encontrámos uma vasta lista de eventos, mas decidimos escolher apenas um que, por toda a sua criatividade (afinal estamos no concurso "Cidades Criativas") e pela sua abrangência, é o mais adequado ao nosso conceito de trabalho.

...O melhor do ano de 2007, eleito pelo grupo POLISXXI é o programa: "Cidades Amigas do Idoso" (OMS), pois achámos este Programa muito importante, na medida em que visa melhorias na qualidade de vida dos idosos das cidades do Mundo, o que afinal é um dos nossos objectivos, ao tentarmos melhorar a qualidade de vida destes na nossa cidade.

...A Organização Mundial de Saúde lançou então este programa que passa pela criação de medidas tão simples como aumentar o tamanho das letras nos painéis informativos ou adaptar os semáforos nas passadeiras ao ritmo dos mais velhos. A ideia deste programa provém do XVIII Congresso da Associação Internacional de Gerontologia e Geriatria (IAGG) no Rio de Janeiro, em 2005.

...Numa primeira fase, a OMS questionou um conjunto de 1500 idosos de 33 cidades (22 países) acerca de 8 aspectos sociais e económicos:

1. prédios públicos e espaços abertos,

2. transporte,

3. moradia,

4. participação social,

5. respeito e inclusão social,

6. participação cívica e emprego,

7. comunicação e informação,

8. apoio comunitário e serviços de saúde.

...Foram ainda entrevistadas cerca de 750 pessoas que cuidam de idosos. Depois destas várias consultas foram então definidas algumas características-chave de uma cidade amiga do idoso e preparou uma lista de verificação de cada um dos oito aspectos identificados acima.

.

.

 

.

...Cada cidade terá de adaptar as suas estruturas e serviços para que sejam acessíveis às pessoas idosas, com diferentes necessidades e capacidades. Segundo o Director do Programa Envelhecimento e Curso de Vida da OMS, Alexandre Kaache “Uma cidade amiga do idoso estimula o envelhecimento activo ao optimizar oportunidades para saúde, participação e segurança, afim de aumentar a qualidade de vida das pessoas à medida que envelhecem.”
...Este programa contará com a participação contínua e activa dos idosos e afinal é mesmo isso que a OMS pretende.
...
Deixamo-vos agora a notícia dada pela rtp (15/12/2007) acerca deste tema. Cliquem na imagem e vejam o vídeo!
-
---
...Sem mais assunto desejamo-vos mais uma vez um óptimo ano de 2008 e um bom começo de aulas para todos os nossos visitantes que sejam professores ou estudantes e em especial para os nossos colegas do CCC.
.
Sentimo-nos:
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Aviso

    Já há duas semanas que o nosso blog se encontra com alguns problemas. De facto, em alguns computadores não se consegue ver a barra lateral direita e quando se carrega nos arquivos de cada mês, por exemplo no mês de Dezembro, não se vêem todas as publicações. Assim, estamos aqui para avisar que quem note que no seu computador o nosso blog apresenta estes problemas e queira ver todas as publicações de cada mês, pode optar por carregar num dos posts recentes e andar de post em post.

    Esperemos que o nosso blog venha a ficar a 100% em breve!

posted by polisxxi às 15:14
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!

Pesquisa aqui!

 

A nossa agenda online

Free Website Calendars by Bravenet.com View my Online Calendar
Free Calendars by Bravenet.com

Galeria Queluz

Os nossos links

blogs SAPO

Subscrever feeds