Pensamentos Criativos

A idade não é um pretexto para que se fique velho. (G. Slattery)

A nossa cidade

Conhece-nos!

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Queres saber as horas?

És o visitante nº

alquiler de pisos
alquiler de pisos

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Posts recentes

Rastreio no Parque Urbano...

Apuramento da opinião dos...

Conversa com a Presidente...

Conversa com o Presidente...

Projecto de Voluntariado ...

tags

queluz(28)

idosos(18)

envelhecimento(16)

resumo semanal(15)

jf(10)

notícias(10)

imagem de reflexão da semana(7)

o melhor do mês(6)

desafio(5)

entrevista(5)

imagem de reflexao da semana(5)

problemas(5)

universidade sénior(5)

1ºperíodo(4)

correio da cidade(4)

inquéritos(4)

património(4)

calendarização(3)

câmara municipal(3)

ccc(3)

ccc desafios(3)

debate(3)

dificuldades / problemas(3)

educação(3)

imagem d reflexão da semana(3)

jfma(3)

jfq(3)

monte-abraão(3)

natal(3)

noticia(3)

objectivos(3)

programa cidades amigas do idoso(3)

auto-avaliação(2)

conversa(2)

dia do idoso(2)

diagnóstico(2)

entrevistas(2)

junta de freguesia(2)

mapas(2)

melhor do mês(2)

pensamentos criativos(2)

plano de acção(2)

pontos fortes(2)

pontos fracos(2)

poster(2)

presidente(2)

relatório final(2)

resumo da semana(2)

solidariedade social(2)

teatroesfera(2)

vídeo(2)

voluntariado(2)

2007(1)

2ºperíodo(1)

3ºperíodo(1)

actividade(1)

actividades económicas(1)

agenda online(1)

amália rodrigues(1)

avaliação de ap(1)

todas as tags

O que pode encontrar aqui ...

Neste blog podem encontrar não só um retrato social, económico e cultural da cidade de Queluz, mas também, e essencialmente, uma abordagem à realidade das pessoas idosas da nossa cidade, sendo que o nosso subtema é "QUELUZ>64" e o nosso grande propósito é que Queluz possa, um dia, ser considerada como um exemplo a nível nacional e mundial de Cidade Amiga do Idoso. (Para compreender melhor o nosso projecto leia as publicações que fizemos ou consulte os links que temos na barra lateral direita acerca do Programa Cidades Amigas do Idoso).
Sábado, 10 de Maio de 2008

Rastreio no Parque Urbano Felício Loureiro

              Hoje, dia 10 de Maio, está a decorrer no Parque Urbano Felício Loureiro, um rastreio no sentido de esclarecer os cidadãos sobre doenças cardiovasculares.O acesso a este rastreio é livre e destinado a todos habitantes da freguesia.

A informação e o esclarecimento aos cidadãos são necessários para a sustentação de uma vida saudável e por isso consideramos uma iniciativa bastante proveitosa uma vez que as doenças cardiovasculares atingem todas as faixas etárias, mas principalmente os mais idosos, que no caso de Queluz representam um peso considerável da população da cidade.

 

Fonte:

http://www.jfqueluz.pt

posted by polisxxi às 19:26
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Terça-feira, 11 de Março de 2008

Apuramento da opinião dos idosos em duas instituições

Ontem, dia 10 de Março, tivemos a oportunidade de visitar duas instituições de idosos do Monte Abraão, a Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Monte Abraão e Centro de Convívio da Terceira Idade, na Igreja do Monte-Abraão.

.

Figura 1 - O grupo na Arpima

.

Figura 2 - o grupo no Centro de Convivio da Terceira Idade, na Igreja Nossa Sra da Fé

.

Conversámos com vários sócios e "dirigentes" destas instituições, aos quais fizemos o nosso inquérito sobre a cidade e a vida desta faixa etária na zona, baseado na checklist do Programa Cidades Amigas das Pessoas Idosas. O grupo decidiu deixar para já um diagnóstico geral das principais conslusões que ontem tirou junto destes idosos, no que diz respeito à forma como estes pensam que a cidade os trata.  Assim sendo, de seguida iremos enumerar  algumas das principais áreas e aspectos que durante as nossas visitas nos apercebemos serem  prioritários, para estes idosos, quanto à necessidade de intervenção rápida e respectivo melhoramento:

 

Espaços Exteriores e Edifícios

o       Criminalidade nas ruas, o que gera insegurança aos idosos, deixando-os com alguns traumas e medo

o        Ocorrência frequente de roubo, mesmo durante o dia

o        Torna-se quase impensável andar na rua à noite

o        Persistência de várias inadaptações físicas dos espaços a pessoas com algumas dificuldades motoras

o        Escassez de casas de banho públicas, nomeadamente nos espaços verdes

o       Algumas zonas do pavimento encontram-se em mau estado, obrigando os peões a deslocarem-se na estrada devido às irregularidades no piso provocadas pelo crescimento e desenvolvimento das raízes das árvores

o       Sujidade nas ruas, e principalmente nos passeio, nomeadamente de dejectos dos cães

o        Preferência das autarquias em reduzir os espaços verdes e de lazer em detrimento da construção de mais parques de estacionamento (caso da zona do Parque Felício Loureiro)

 

Transportes

o       Elevado custo dos transportes, tendo em conta os valores das reformas e pensões

o        Os horários dos autocarros que vão, nomeadamente até ao hospital e ao cemitério, são um pouco desfasados das necessidades sentidas pois existem com pouca frequência

 

Habitação

o        Existência de prédios antigos sem elevador, o que obriga os idosos a não terem alternativa, sendo obrigados a subir muitas escadas

o        Más condições das habitações devido à existência de humidade nas paredes e sucessivas infiltrações 

Participação Social da População Idosa

o       Falta de iniciativas e locais que possam distrair a população idosa

o        Falta de um centro comercial próximo

o        Persistência do conceito de aldeia e de zona pouco desenvolvida neste sentido da participação na vida social

 

Respeito e Inclusão Social

o        Perda do sentido e de dever de respeitar os lugares prioritários

o        Falta de informação e consciência que os próprios idosos sentem acerca dos seus direitos

o        Existência de muita burocracia para se poder ajudar os idosos

.

Participação Cívica e Emprego

o        Discriminação com base na idade

.

Comunicação e a informação

o        A linguagem utilizada pelos meios de comunicação nem sempre é a mais adequada nem é de fácil percepção para os idosos

o        Um dos maiores obstáculos referidos pelos idosos foi sem dúvida a dificuldade que estes têm em estar informados acerca dos seus direitos e benificios sociais, entre outras coisas.

 

Serviços de Saúde e Comunitários

o        O centro de saúde de Queluz é deficitário ao nível das infra-estruturas e ao nível organizativo, necessitando de uma urgente intervenção

o        O serviço de urgências do hospital mais próximo (Amadora-Sintra), tal como o próprio hospital em si, encontra-se sobrelotado e o atendimento torna-se naturalmente bastante demorado

o       Persistência da barreira do factor económico face ao acesso aos cuidados e serviços de saúde e de apoio à comunidade

.

No próximo post disponibilizaremos as perguntas do inquérito que realizámos na íntegra e depois da interrupção lectiva que se segue, iremos então trabalhar os dados recolhidos nestas instituições, juntamente com  os da Universidade Sénior de Queluz e de outras instituições que iremos ainda visitar no início do terceiro período, apresentando os resultados e elaborando propostas de melhoramento nas áreas consideradas mais preocupantes pelos idosos.
Queremos agradecer à Dra. Andreia, responsável pela área psico-social da Junta de Freguesia de Monte Abraão pelo apoio que nos deu. Agradecemos ainda, e principalmente,  a todas as pessoas que nos receberam tão bem nestas instituições, nas quais o grupo adorou estar, e que, ao responderem ao nosso inquérito estão a contribuir, com a sua opinião, para o desenvolvimento do nosso projecto e essencialmente para melhorar a cidade de Queluz, tornando-a mais amiga das pessoas idosas (esperamos nós).
.
Sentimo-nos: felizes por podermos ajudar
posted by polisxxi às 20:10
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Conversa com a Presidente da Junta de Freguesia do Monte-Abraão

    Fomos, no passado dia 22 de Janeiro, às instalações da Junta de Freguesia de Monte Abraão, para mais uma entrevista, desta vez à presidente Fátima de Campos. Para além da presidente, estiveram também presentes uma técnica de acção social e um vogal do executivo, a Dra.Andreia e o Dr. André. Fomos tão bem recebidos que a entrevista planeada acabou por se tornar numa conversa informal acerca da freguesia e da cidade.

    Começaram então por nos fornecer alguns dados sobre a freguesia:
• Foi fundada a 12 de Julho de 1997;
• Conta hoje com cerca de 45 mil habitantes;
• É uma das freguesias mais jovens do país;
• É a 36ª freguesia mais densamente povoada do país.

    Pedimos depois para nos falarem daqueles que pensam ser os principais problemas na Freguesia. Foram então referidos:
• Falta de equipamentos sociais;
• Falta de estacionamento;
• Falta de iluminação pública;
• Insegurança;
• Falta de uma consciência de Cidade;
• E falta de equipamentos culturais.

    No entanto, pareceu-nos que o principal problema com que a Freguesia se encontra e o que mais necessita de resolução é a pobreza escondida. Existe ainda muita população que vive abaixo do que deveria de ser aceitável e não pede ajuda, e que acabam muitas vezes por passar pelas dificuldades sozinhas. Grande parte destas pessoas são obviamente idosos.
Foi assim neste sentido que a Junta De Freguesia, com os poucos recursos que tem, resolveu investir na área psico-social, tendo sido este o seu maior investimento ate hoje. 

    Este problema levou a várias reuniões com diversos organismos, de onde surgem:
• Um gabinete de apoio ao idoso;
• Apoio psicológico ao domicílio;
• Banco alimentar;
• Apoio domiciliário (tratar da higiene, das tarefas domesticas, da comida, etc.).

    Seguindo a filosofia de trabalho desta Junta “ Tentamos ver os idosos de uma forma positiva”, são organizadas frequentemente idas ao teatro, cinema ou praia, passeios culturais, actividades entre jovens e idosos, aulas de yoga (gratuitas), noites de poesia/fado e cursos de alfabetização. Para além de todas estas actividades organizadas pela Junta, os idosos e a população em geral, podem também contar com a sensibilidade da Presidente Fátima De Campos, que recebe e ajuda, sempre que é possível, os habitantes da Freguesia.

    Perguntamos depois quais as principais obras e objectivos conseguidos até ao momento pela Junta. Estes foram então:
• Parque 25 de Abril;
• Polis desportivos;
• Recuperações de pracetas;
• Criação de jardins e zonas de lazer;
• Criação de acordos com o centro de saúde com a finalidade de ajudar os idosos doentes;
• Criação de parques infantis;
• Arranjo das calçadas;
• Apoio aos três clubes da cidade;
• Ajuda nas despesas de funerais para a população mais carenciada;
• Criação de rampas nos prédios para população com dificuldades de mobilidade.

    Para finalizar a conversa perguntámos quais eram as principais ambições da Junta para o futuro. Foi-nos então dito que a maior vontade da Junta é construir um centro comunitário para ajuda da população necessitada. Para além disso, a Presidente pede também maior iluminação nas ruas, maior policiamento (carros da policia a circularem pela cidade), realização de campanhas com idosos para prevenção dos assaltos e da criminalidade e por último, mas não menos importante, a Presidente deseja que exista uma maior união e um trabalho conjunto entre as três freguesias (Queluz, Monte Abraão e Massamá) para que Queluz funcione realmente como uma cidade.

    Termina assim a nossa entrevista à Junta de Freguesia De Monte Abraão, e pelo pouco tempo que estivemos em contacto com apenas três das pessoas que ali trabalham, percebemos que é uma Freguesia bastante empenhada em melhorar as condições de vida dos seus habitantes. 
   

    Agradecemos então a disponibilidade da Presidente Fátima De Campos, e também a ajuda oferecida pelos seus acompanhantes, Dra. Andreia e Dr. André.

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 11:54
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Conversa com o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz

    Como sabem, nós decidimos conversar com as entidades politicas mais importantes da nossa cidade (Presidentes das Juntas de Freguesia e Presidente da Câmara Municipal de Sintra) não só para lhes darmos a conhecer o nosso projecto e enriquecermos o nosso conhecimento acerca da cidade, mas essencialmente para discutirmos com estas entidades:

- os maiores problemas que a cidade enfrenta;

- o que as juntas de freguesia estão a fazer no sentido de minorar estes problemas;

- os maiores obstáculos/dificuldades com que as pessoas idosas se deparam nesta cidade (passeios, habitações mal equipadas, transportes, informação, etc.);

- o que está a ser feito e o que deve ser feito para melhorar a qualidade de vida das pessoas idosas da nossa cidade.

 

    O grupo já conversou, no passado dia 9 de Janeiro com o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz, o Dr. António Barbosa Oliveira, e no passado dia 22 de Janeiro com a Dr.ª Fátima Campos, Presidente da Junta de freguesia do Monte-Abraão, mas ainda não obteve resposta da Junta de Freguesia de Massamá. Assim, apesar de inicialmente termos pensado em juntar as conclusões que tirássemos das entrevistas com os três presidentes e juntá-las numa só publicação, para desta forma ser mais fácil comparar os pareceres de cada um deles, não o faremos porque ainda não obtivemos resposta da Junta de Freguesia de Massamá e não sabemos quando a obteremos.

    Agora, deixamo-vos então as principais conclusões que tirámos da conversa com o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz, e em breve publicaremos as conclusões que tirámos da conversa com a Presidente da Junta de Freguesia do Monte-Abraão.  

 

Conversa com o Dr. António Barbosa de Oliveira, presidente da Junta de Freguesia de Queluz

   No passado dia 9 de Janeiro pelas 18h30 dirigimo-nos à Junta de Freguesia de Queluz, para conversar com o Dr. António Barbosa de Oliveira acerca desta freguesia (esta conversa incidiu sobre os aspectos em cima referidos).
   Quando o questionámos acerca dos maiores problemas que afectam a freguesia de Queluz, este referiu:

• A mobilidade
   Como a freguesia de Queluz foi edificada já há alguns séculos atrás, nessa altura não existiam carros. Desta forma, actualmente os passeios e as ruas tornaram-se estreitas para a movimentação e para a quantidade de transportes que circulam na freguesia, o que condiciona a mobilidade da população.
   Este problema é agravado pela escassez de espaço para estacionamento, acabando os condutores por estacionar os seus veículos em locais não apropriados como os passeios (local de passagem dos peões), dificultando ainda mais a deslocação das pessoas, particularmente daquelas que apresentam dificuldades físicas (pessoas idosas, pessoas deficientes motoras) ou de mães com carrinhos de bebés.

   Neste sentido a junta de freguesia de Queluz tem tentado criar espaços alternativos para estacionamento, como por exemplo estacionamento subterrâneo. Contudo, devido aos elevados custos de implementação destas infra estruturas e á falta de apoios estes projectos acabam por muitas vezes ficar no papel.
   Para além disso, a junta rebaixou todos os passeios da freguesia de forma a facilitar a mobilidade dos seus habitantes.

• Envelhecimento da freguesia
   O envelhecimento da freguesia de Queluz é hoje um facto. Isto explica-se, como o grupo já referiu anteriormente, pelo carácter de cidade dormitório que Queluz adquiriu por volta dos anos 50/60. Nesta altura, vários trabalhadores de Lisboa deslocaram-se para zonas periféricas à capital (como Queluz) em busca de habitação a menores custos. Esta população permaneceu todos estes anos em Queluz e representa hoje a nossa população idosa.
   Contudo, previsões recentes do INE indicam que dentro de 15 a 20 anos esta freguesia vai rejuvenescer devido à ocupação de casas abandonadas na freguesia por parte de imigrantes e pela ocupação de casas herdadas de antepassados, sendo agora os mais jovens a ocupá-las.


• Degradação dos edifícios e do mercado de Queluz
   Na freguesia de Queluz existem pelo menos 100 edifícios que necessitam de reabilitação urgente, devido à sua antiguidade. Para alem disso, o mercado da freguesia apresenta problemas como a falta de espaço, infiltrações de água e a falta de estacionamento.

   No que diz respeito a este problema, a junta de Queluz tenta, sempre que possível, reabilitar muitos destes edifícios. No entanto, devido ao facto de alguns destes estarem localizados na zona especial de protecção do palácio de Queluz, torna-se difícil de obter pareceres positivos por parte das entidades competentes.

• Centro de Saúde de Queluz
   Não tem as condições necessárias a um óptimo atendimento da população.
_____________________________________________________

   Para além de estar a tentar minimizar estes problemas, a junta de freguesia aposta também da área social através de diversos programas e projectos que visam apoiar a população da cidade:
o A junta trabalha já há 10 anos em conjunto com varias instituições, como o centro de saúde, a igreja, a santa casa, a segurança social e a associação de reformados, no sentido de apoiar 200 famílias a nível de limpeza, acompanhamento médico, higiene etc.;
o Atendimento social todas as quartas e quintas;
o A junta oferece senhas em compras no valor de 55 euros na noite de natal;
o Apoio psicológico pago pela junta que actua nas escolas primarias assim como apoio financeiro para material escolar.


Em relação á cultura, desporto e educação a junta de freguesia de Queluz realiza:

o Cerca de 10 bailes por ano na associação de bombeiros de Queluz;
o 4 Prémios desportivos por ano;
o 4 Concertos corais no palácio nacional de Queluz;
o Comemorações do 25 de Abril;
o Concurso de presépios entre as escolas da freguesia.


    No fim de enunciar estes problemas, e referir o que a junta de freguesia está a fazer no sentido de melhorar o nível de vida da sua população, o Dr. António referiu:

.

“Quando estes problemas estiverem resolvidos, será muito mais gratificante morar em Queluz”.

Sentimo-nos:
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Projecto de Voluntariado em Massamá - "COMSIGO"

         Desta vez, viemos dar a conhecer mais um bom exemplo de como se pode integrar, ajudar e contactar com os idosos de modo a fazê-los sentir-se melhor.    

       Este exemplo é passado numa das freguesias da nossa cidade e esperamos que seja um projecto com futuro e que encoraje o aparecimento de mais iniciativas como esta.

.

.

Projecto de Voluntariado em Massamá - "COMSIGO"



 

Origem: Este projecto de voluntariado desenvolvido na Freguesia de Massamá denomina-se "COMSIGO" e resulta de uma parceria, no âmbito da Rede Social, entre a Junta de Freguesia de Massamá e o Centro de Educação e Reabilitação de Deficientes de Todo o País - CERCITOP, CRL.

Ambas as instituições constituíram uma parceria, em 2004, para a criação do serviço de apoio domiciliário na freguesia de Massamá que, presentemente, responde a cerca de 50 utentes. Entretanto, perante a necessidade de criar uma resposta ao nível do apoio mais informal às pessoas idosas e/ou dependentes decidiram criar um projecto de voluntariado.

 

Objectivos: Esta é uma iniciativa que visa apoiar, no domicílio, pessoas idosas e/ou dependentes que se encontrem mais isoladas, através de tarefas como pequenas compras, acompanhamento a consultas médicas, passeios, e ainda promover a partilha de experiências e saberes e o convívio inter-geracional, de modo a combater a solidão e o isolamento.

 

Voluntários: A partir de um grupo de pessoas que se foram inscrevendo na Junta de Freguesia, interessadas em exercer voluntariado, foram seleccionados e formados, 8 voluntários, com idades entre os 17 e os 51 anos.

 

Visitas aos utentes: As visitas aos utentes são normalmente realizadas em horário pós-laboral, fim de tarde ou aos fins-de-semana, dado que a maioria dos voluntários trabalha e/ou estuda.

 

Para mais informações sobre o projecto e/ou no caso de necessitar deste tipo de apoio ou conhecer alguém que dele necessite por favor contacte:

 

Junta de Freguesia de Massamá

R. Dr. Francisco Ribº de Spínola, s/n

Massamá 2745-812 Queluz

Tel.: 21 439 23 31

(Dra. Teresa Velosa)

.

Centro de Educação e Reabilitação de Deficientes de Todo o País – CERCITOP, CRL

R. Prof. Dr. Gama Pinto, s/n
Massamá 2745-782 Queluz
Tel. 21 438 00 59 ou 96 130 73 35
(Dra. Joana Santos)

.

Fonte: http://vps2.elementodigital.com/~jfmassa/1815/novo-projecto-de-voluntariado-em-massama.htm

 

Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Diagnóstico da cidade - Pontos Fortes / Pontos Fracos

 

    No período passado, o nosso grande objectivo era fazer um levantamento geral das características demográficas, sociais, ambientais, económicas e culturais da nossa cidade, e identificar os principais pontos fortes e pontos fracos desta. Para tal, fizemos alguns passeios a pé pela cidade, realizámos visitas e entrevistas a várias entidades e instituições, pesquisámos em livros acerca da cidade (essencialmente no livro “A cidade de Queluz”), em revistas e jornais da região, como “O Correio da Cidade”, “O Correio da Linha” e “O Boletim de Queluz”. Recorremos ainda à Internet para enriquecer as nossas fontes de informação, tendo desempenhado um papel importante na nossa pesquisa, sites como “ Dona Maria - http://donamaria.queluz.org”, “Massamá, cidade aberta - http://massamacidadeaberta.blogspot.com”, “Associação Olho Vivo - http://www.olho-vivo.org/default.html” , e ainda os sites das Juntas de Freguesia da Cidade e da Câmara Municipal.
    Os resultados do trabalho desenvolvido por nós até agora estão à vista nas várias publicações que fizemos no nosso blog, mas deixamos, de seguida, uma reflexão acerca dos pontos fortes e fracos que identificámos na cidade durante o 1º Período.
    Assim, este post é uma espécie de conclusão do trabalho feito no período passado, pelo que deveria ter sido publicado já há algum tempo, mas antes foi-nos impossível. Mas agora que tivemos a oportunidade de o fazer, gostaríamos de saber a vossa opinião, sugestões para resolução de problemas e/ou formas de potencializar os pontos favoráveis. Apesar do número de pontos fracos ser inferior ao de pontos fortes, os problemas inventariados são bastante relevantes. Desta forma, pretendemos mostrar que na nossa cidade tanto há aspectos bons e a valorizar como aspectos “menos bons” que necessitam de intervenção e que esperamos que sejam ultrapassados num futuro breve com a colaboração de todos para uma cidade cada vez melhor, uma cidade cada vez mais criativa!
 
 

Pontos Fortes
Pontos Fracos
· Existência de um vasto património histórico e cultural, o que faz com que a nossa cidade seja referida em vários roteiros turísticos a nível mundial. Desta forma, a cidade é um pólo atractivo ao nível do turismo nacional e internacional;
· O tráfego intenso, a escassez de acessibilidades à cidade e a falta de estacionamento, são alguns dos maiores problemas na nossa cidade, pois condicionam a mobilidade da população da cidade. Contudo, as juntas de freguesia da cidade têm-se mostrado sensibilizadas com estes problemas, tentando solucioná-los;
· Permanência do Bairro Tradicional da cidade, conhecido popularmente por “Bairro do Chinelo”, cuja construção data ao século XVIII;
· A cidade tem uma boa localização geográfica, sendo que se localiza na periferia da capital do País, beneficiando assim de um variado leque de oportunidades que uma grande cidade como Lisboa oferece (elevado nº de serviços ao dispor da população, comércio, emprego, transportes, etc.);
· O envelhecimento da população é um problema que afecta fortemente todo o país e que pode vir a ter consequências bastante graves no futuro. Por ser uma temática tão problemática e actual que necessita de intervenção urgentemente, é o tema central do nosso trabalho, demonstrando assim a sua importância não só para a cidade mas para todas as cidades portuguesas em geral;
· A cidade tem o privilégio de integrar o Município de Sintra, que é um ponto importantíssimo para o País, ao ser considerado Património Mundial, pelas características históricas e ambientais que possui;
· Dificuldade em obter pareceres favoráveis por parte da Câmara Municipal e de alguns institutos ligados ao património devido ao facto de certas zonas da cidade integrarem áreas preservadas e protegidas. Assim às vezes torna-se bastante difícil efectuar alterações no território que poderiam melhorar bastante a cidade, mas que por estarem próximo dessas áreas, não podem sofrer qualquer alteração;
·  Existe um grande número de Associações Desportivas localizadas na cidade, o que promove um estilo de vida saudável e activo na sociedade;
· A falta de espaço aliada à elevada densidade populacional condiciona a mobilidade da população e chega mesmo a pôr em causa o seu bem-estar. Esta é uma tendência generalizada a todas as grandes cidades e àquelas que se vieram instalar na sua periferia como é o caso de Queluz;
· Existência de várias Instituições e espaços dedicados à cultura (música, teatro, artes plásticas, artesanato);
·  A cidade oferece uma grande área dedicada aos espaços verdes, estando esta distribuída por toda a cidade;
·  A perda da identidade da população é uma consequência desta vivência em centros urbanos onde as pessoas vivem em “compartimentos” (apartamentos) que quase só servem de dormitório, entram num vai-vem diário (casa-trabalho-casa), não têm tempo para nada, consomem tudo o que lhes é inconscientemente imposto, recebendo influências sem questioná-las. Aqui se misturam hábitos e culturas duma forma descontextualizada e sem se perceber qual a essência delas, acabando por se evaporar a verdadeira cultura que aqui existia inicialmente e que caracterizava a zona;
· Presença do comércio tradicional na cidade, o que preserva a identidade especifica da cidade;
·  Preocupação por parte das entidades responsáveis em restaurar a zona monumental da cidade;
· A insegurança e criminalidade são problemáticas quase sempre presentes em centros urbanos que tiveram um crescimento rápido nos últimos anos. No caso da nossa cidade, tem havido uma preocupação crescente em policiar as ruas e fazer com que a população se sinta acompanhada e a nossa cidade se torne cada vez mais segura;
·  Rebaixamento dos passeios na zona das passadeiras, de forma a facilitar a mobilidade dos peões;
·  Elevada oferta de habitação na zona, o que se reflecte como um pólo atractivo de fixação da população na cidade;
·  Queluz é por excelência uma cidade com um vasto património sendo o Palácio Nacional o seu expoente máximo. No entanto nota-se que existe demasiada preocupação com o património, sendo que isso por si só não seja problema algum, o pior é que isso pode originar um descuido de outros aspectos da cidade que também sejam importantes de tratar;
·   Preocupação em aumentar o espaço para estacionamento na cidade;
·  Eliminação da passagem de nível na Estação de Queluz-Belas e melhoramento da mesma e da zona envolvente a esta, permitindo uma maior mobilidade da população e aumento a sua segurança;
·   Como em qualquer cidade onde a densidade populacional é bastante elevada, nota-se que as infra-estruturas por vezes chegam a ser insuficientes. Queluz não foge à regra, sendo que é compreensível que uma população cada vez maior e cada vez mais exigente e desenvolvida, necessite de mais e mais infra-estruturas e serviços à sua disposição.
·   Preocupação social da cidade em integrar os seus idosos na sociedade, através de projectos que evitem o seu isolamento e promovam o contacto intergeracional.

 

posted by polisxxi às 19:41
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

2ºPERÍODO… Que objectivos?

    Bem, já lá vão mais de duas semanas desde o início do 2ºPeríodo, mas infelizmente não conseguimos fazer este publicação mais cedo …Contudo, achamos que mais vale tarde do que nunca e por isso cá estamos nós para vos dizer o que pretendemos fazer ao longo deste Período.

    Para começar, queremos melhorar o trabalho por nós desenvolvido ao longo do 1ºPeríodo, ou seja, pretendemos enriquecer o diagnóstico geral que fizemos da cidade em termos demográficos, sociais, históricos, económicos e culturais. Para tal, iremos continuar a entrevistar e a divulgar práticas, actores e instituições que consideremos importantes para a nossa cidade, ao contribuírem para aumentar a qualidade de vida da população nela residente e para a projecção da cidade de Queluz a nível nacional e mundial. Iremos ainda proceder à distribuição de um inquérito à população idosa da cidade de Queluz, com o objectivo de ficar a conhecer  a sua opinião no que diz respeito à forma a cidade os trata, e se estes consideram que a cidade adapta as suas estruturas às suas suas necessidades especificas.


    Vamos ainda tentar conversar com as principais entidades políticas da cidade: o Presidente da Junta de Freguesia de Queluz (já entrevistado), a Presidente da Junta de Freguesia do Monte Abraão, o Presidente da Junta de Freguesia de Massamá e, se possível, com o Presidente da Câmara Municipal de Sintra. Nestas conversas iremos abordar essencialmente a temática do envelhecimento na nossa cidade: queremos saber se as entidades políticas mais importantes de Queluz a consideram uma cidade envelhecida, se acham que esta situação se irá inverter nos próximos anos, se consideram que a cidade integra bem os seus idosos, se os apoia, se lhes presta e lhes disponibiliza serviços e actividades de auxilio, e o que pensam fazer para continuar a melhorar o bem-estar dos idosos da cidade.

    Durante este período iremos visitar pelo menos duas instituições de auxílio a idosos da cidade, não só para conhecer o trabalho por estas desenvolvido (que tão importante é para muitos idosos da cidade), mas também para podermos ter um maior contacto com a população idosa da cidade.

    Na última semana deste período iremos ainda realizar uma visita de estudo orientada por nós, isto é, iremos elaborar um roteiro com alguns dos sítios mais bonitos da cidade e que são obrigatórios de conhecer – desde bairros típicos, monumentos, jardins, exposições, enfim, entre muitos outros locais característicos da cidade – e iremos, posteriormente, fazer de “guias” durante um dia, dando a conhecer à nossa turma o que a cidade oferece de melhor.

    Durante este período vamos ainda começar a planear a actividade que pretendemos desenvolver no fim do ano lectivo para finalizar em grande o desenvolvimento do nosso projecto, mas esta continuará no segredo dos deuses até estar melhor definida e planificada.

    Bem, mas o grande desafio deste período, visto que será essencial no desenvolvimento do nosso subtema -“O envelhecimento na cidade de Queluz”- será baseado no Programa Cidades Amigas do Idoso. Tivemos conhecimento desta iniciativa da OMS no final do período passado e desde logo achámos que esta poderia ser muito importante para nos apoiar no desenvolvimento do nosso projecto.

    Mas o que pretendemos fazer ao certo com o Programa Cidades Amigas do Idoso? 
   

    Como já referimos numa publicação anterior, o Programa Cidades Amigas do Idoso visa um conjunto de mudanças muito simples mas com grande importância para melhorar o bem-estar dos idosos que vivem nas cidades do Mundo. Para ajudar as cidades nas várias etapas de desenvolvimento a analisarem-se sob a perspectiva dos idosos e a identificarem os pontos que devem melhorar para poderem ficar mais amigas da terceira idade, a OMS desenvolveu um guia, o “Guia Global das Cidades Amigas do Idoso”. “Este Guia é destinado a grupos de pessoas interessadas em tornar as suas cidades mais amigas dos idosos […]. A lista de características amigáveis aos idosos não é um sistema para comparar cidades. Na verdade, trata-se de uma ferramenta para uma cidade se auto-avaliar e um mapa onde possam ser anotados os progressos alcançados.[…] É possível ir além dela e existem cidades com características que vão além do indicado na lista.”
    Este Guia foi elaborado com a ajuda plena dos idosos das cidades e o mesmo se aplica à sua utilização: o objectivo deste guia é envolver os idosos, estes devem avaliar os aspectos positivos e negativos das cidades e, com base na sua experiência, ajudar a tornar as cidades mais amigas dos idosos.
    Assim, o que nós pretendemos é, com base neste Guia, avaliar a nossa cidade, identificando o que esta tem e o que deveria ter e fazer para poder ser considerada um exemplo a nível nacional de cidade amiga do idoso. Para tal, contactámos a Direcção Geral da Saúde que se disponibilizou inteiramente a apoiar-nos no desenvolvimento desta avaliação da nossa cidade (em breve marcaremos uma reunião com a DGS). Iremos ainda, como o Guia “diz”, questionar a população idosa da cidade, levando-a a participar activamente na avaliação da nossa cidade.
    Iremos então elaborar um plano que irá conter uma lista com o levantamento das características positivas e negativas da nossa cidade no que diz respeito à forma como a cidade auxilia os seus idosos e contribui para o seu bem-estar. Este plano irá ainda conter várias propostas a serem entregues às Juntas de Freguesia da Cidade e à Câmara Municipal de Sintra, no 3º Período, para que a nossa cidade possa, um dia, adquirir o estatuto de cidade amiga do idoso. 
    Com este trabalho pretendemos não só aprender muito acerca do envelhecimento nas áreas urbanas, mas principalmente ajudar a tornar a nossa cidade numa cidade mais amiga da terceira idade, numa cidade onde os idosos vivam bem e com gosto.

Sentimo-nos: motivados para trabalhar
posted by polisxxi às 23:30
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Imagem de reflexão da semana

 

    Um dos principais temas de debate no nosso país no ínicio do mês foi o funcionamento da Linha de muito alta tensão Fenhões-Trajouce. Por isso mesmo, a nossa escolha como imagem de reflexão da semana (apesar do tema ja estar encerrado) é uma fotografia dessas mesmas linhas.

    Sucintamente, estas linhas, quando não enterradas, são consideradas perigosas para a saúde pública.

    E porque pusemos nós esta fotografia como imagem de reflexão da semana? Primeiro porque achamos que é de louvar toda a dedicação e empenho que a Junta de Freguesia de Monte-Abraão mostrou em salvaguardar o bem-estar e a saúde dos habitantes das zonas por onde a rede passava; e segundo porque, apesar de não termos competência para nos envolvermos em assuntos políticos, consideramos no mínimo vergonhoso o facto de ter sido posta em causa a saúde das pessoas (e claro a sua vida) como foi posta neste caso. A Câmara Municipal de Sintra assume os encargos financeiros em que o desmantelamento desta rede e consequente enterramento se concretizarão.

-------------------------------------------------------------

    O grupo aproveita para vos informar que a nossa rúbrica "pensamentos criativos" se encontra, a partir desta semana, na barra lateral esquerda do nosso blog.

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 17:51
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Quanto aos novos desafios do CCC...

   Apesar de não podermos estar presentes no "CCC on the road" que vai decorrer no próximo dia 16 de Janeiro em Lisboa, vamos aceitar o desafio do CCC e fazer uma publicação acerca do que gostaríamos que fosse a nossa cidade daqui a 15 anos.

   No que diz respeito ao segundo desafio: "convidarem os representantes da vossa comunidade (autarquias, agentes sociais, culturais e económicos) para a organização conjunta de um debate sobre o futuro das vossas vilas/cidades.", já tinhamos pensado, no período anterior, em contactar as entidades políticas e económicas mais importantes da cidade, para falar com estas sobre os principais problemas que a cidade enfrenta e para tentarmos chegar, em conjunto, a soluções para estes mesmos problemas, daí termos deixado as entrevistas com os presidentes das Juntas de Freguesia e com a Câmara Municipal de Sintra para este período. Este período iremos ainda conversar com alguns responsáveis por instituições de apoio a idosos da cidade, e com a Direcção Geral da Saúde. Contudo, é muito dificil organizar uma reunião com todas estas entidades, por isso, apesar de irmos debater o futuro da nossa cidade com estas entidades políticas (e outras instituições ecónómicas e culturais importantes para a cidade), faremo-lo individualmente. No final do 2º Período juntaremos as conclusões que tirarmos ao longo dos vários encontros, de forma a podermos encontrar uma estratégia para melhorar o futuro da cidade coerente e realista.

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 15:57
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!
Sábado, 29 de Dezembro de 2007

Roteiro desportivo por Queluz e arredores

..........

mmmmmComo é do conhecimento geral, o desporto é essencial nas nossas vidas, tornando-se um ponto incontornável quanto a questões de como levar vida saudável. Estando nós a falar de uma sociedade moderna e de um meio urbano densamente povoado, é natural depararmo-nos com padrões de vida onde o tempo livre escasseia e onde cada vez menos se dá atenção a práticas de estilos de vida saudáveis.

Como podemos ver, o desporto é para todos: para os jovens, contribuindo para um desenvolvimento e crescimento saudável; passando pela faixa etária do adultos, onde previne doenças a longo prazo e onde ajuda a aliviar o stress; sendo finalmente importantíssimo para os idosos, como meio de prevenir e até minimizar o efeito de certas patologias, sendo ainda uma forma de manter esta parte da população activa e integrada na sociedade.

Por tudo isto se compreende a importância de realçar o modo como a nossa cidade incentiva a sua população a praticar desporto, mantendo-a saudável não só ao nível do corpo, como também da mente, impulsionando assim, a zona a ter uma população cada vez mais renovada e “jovem”.

 

Deixamos aqui o nosso pequeno roteiro desportivo pela cidade e suas imediações:

 

à Para além do parque de manutenção que é livre e está ao dispor de toda a gente e das corridas que de vez em quando são organizadas pelas ruas da cidade, existem uma infinidade de clubes, associações e outras organizações espelhadas pela cidade que promovem o desporto, de entre as quais destacamos as seguintes:

 

 

          Clube Atlético de Queluz

 

 

Modalidades: Karaté, Danças de Salão,

Localização: Avenida Comandante Paiva Couceiro

2745-190 Queluz (Junto ao quartel dos Bombeiros)

Contactos: Telf: 21 436 51 86

Site: http://www.caqueluz.pt

 

 

Real Sport Clube

 

Modalidades: Futebol (escolas, infantis, iniciados, juvenis, juniores), Aikido, Ballet, Bilhar, Capoeira, Dança Moderna, Danças Orientais, Danças de Salão, Ginástica Local & Flex-Local, Ginástica Acrobática, Ginástica de Manutenção, Ginástica Rítmica, Hip-Hop, Judo, Karate-Do Goju-Ryu, Kickboxing Muay Thai, Música, Natação, Pesca, Swásthya Yoga, Ténis, Tiro com arco, Trampolins

Data de fundação: 1 de Agosto de 1995 (resultando da fusão dos clubes já existentes nas freguesias de Queluz e Massamá, o Grupo Desportivo de Queluz fundado em 25 de Dezembro de 1951 e o Clube Desportivo e Recreativo de Massamá fundado em 9 de Abril de 1950). Oficialmente foi adoptado o dia 25 de Dezembro de 1951 como data da fundação do Real S.C., por ser a data do clube que na altura da fusão estava legalmente constituído.

Localização: Sede Rua Firmina Celestino Cardoso, 10   2475-777 Massamá

Complexo Desportivo – Rua da cidade despotiva, junto à Estação da CP M., da companhia de teatro “teatroesfera” e do restaurante “MacDonald’s”

Contactos: Sede – Telf:    21 437 51 26   Fax:   21 437 10 73

Complexo Desportivo – Telf: 21 439 42 16  Fax: 21 430 74 12

Delegação em Queluz: Telf: 21 435 03 37

E-mail: realsportclub@netcabo.pt

Site: http://www.realsportclube.com/index.cfm?l=1

 

 

Centro Shotokai de Queluz

 

Modalidades: Aeróbica/Local, Aikido, Ballet, Capoeira, Dança Jazz, Dança Kids, Futsal, Ginástica Acrobática, Ginástica Localizada, Ginástica de Manutenção, Judo, Musculação/Cardio-Fitness, Karaté, Kickboxing, Kung Fu, Step/Gap, Stretching e flexibilidade, Taekwondo, Tai Chi Chuan, Trampolins, Yoga

Data de fundação: 1977

Localização: Av. D. António Correia de Sá, nº 13  Monte Abraão 2745-243 Queluz 

Contactos:  Telf. E fax: 214 397 322

e-maill: geral@centroshotokai.com

Site: http://www.centroshotokai.com

 

  

J.O.M.A. (Juventude Operária do Monte-Abraão)

Modalidades: Atletismo, Futebol, Futsal, Voleibol, Hóquei em patins, Andebol

Localização: Rua Professor Virgílio Machado 22/4 cv, 274

Tem Sede Localizada em Queluz, Monte Abraão, perto da estação de comboios Queluz-Massamá. O recinto de jogo fica localizado a cerca de 1 Km da Sede perto das bombas de Gasolina da Repsol.

Contactos: 214376241 / 939011803 / 963800046

e-mail: antoniograca@netcabo.pt

Site: http://www.omeuclube.org/joma/?p=localidade

 

 

Piscina do Complexo Desportivo Municipal João Carlos Cifuentes

Modalidades: natação com monitor, bebé, adaptação ao meio aquático, níveis aprendizagem, pré-parto, idosos, natação - utilização livre, hidroginástica, futsal, basquetebol, hidroterapia

Localização: Avenida General Humberto Delgado   2745-280 QUELUZ

Monte Abraão, Sintra, Lisboa

Contactos: 214396668 / 214393916

 

Ginásio Monte Abraão

 

Modalidades: Cardio-Fitness, kick Boxing, Karaté, Aeróbica, Manutenção, Musculação

Localização: Praceta Simões de Almeida Júnior, nº 7     Monte Abraão

2745-332 QUELUZ

Contactos: 214371336

 

 

Ginásio Fit Center

 

Modalidades: Cardio, Musculação, Bodypump, Bodycombat, Bodyattack, Power Jump, Bodystep, Manutenção, Step, Gap, Alongamentos, Abs, Aeróbica, Hip-hop, Local, Bodyjam, Pilates, Bodybalance, Yoga, Indoor Cycle, RPM, Hidro, Hidro Byke, Natação Bebés, Piscina livre, Hidro local, Hidro Sénior, Dança do ventre, Natação, Body Shape, Ginástica Pré-Parto, Fit-Ball

Localização: Urbanização do Casal da Bartota

Rua D. Maria Ana de Áustria, lote 183  2605-663 Belas (Massamá Norte)

Contactos: Telf. 21 430 88 00

e-mail: geral@fit-center.net

Site: http://www.fit-center.net/main.html

 

 

Ginásio Clube de Queluz

Localização: Rua Afonso de Albuquerque, nº 26

2745-057 Queluz

 

 

Queluz Sintra Património Mundial

Modalidades: basquetebol

Localização: Pavilhão Gimnodesportivo - Pavilhão Henrique Miranda

Sede - Rua D. Pedro IV    2745 Queluz

Contactos:  e-mail:

Site:

 

 

 

Escola Portuguesa de Arte Equestre

Modalidades: equitação

Localização: Palácio Nacional de Queluz, 2745-191 Queluz

Contactos: +351.214 358915  /  +351.214 347441

 

 

Escola de Dança da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Queluz

Localização: Rua D. Pedro IV 2745-201 Queluz

----------------------------------------------------

Centro Equestre Qta Senhor da Serra

Localização: Largo 5 de Outubro - 2605 Belas

Contactos: Telf. +351 214311989

 

 

Escola de Dança da Corporação de Bombeiros Voluntários de Belas
Localização: Rua Eduardo Ferreira Pinto Basto

2605-023 Belas

 

 

Centro de Ténis de Belas

Modalidades: Ténis

Localização: Quinta do Senhor da Serra

Praça 5 de Outubro   2605-021 Belas

Contactos: Tel./Fax. - 214 321 048

Site:

 

 

Belas Clube de Campo

Modalidades: Golf, Ténis, Ginásio

Localização: Belas Clube de Campo

Alameda Aqueduto  2605-193 Belas

Contactos: Tel: +351 21 962 6640

Fax: +351 21 962 6641

Email:

Site:  http://www.belasgolf.com

 

 

Belas Rugby Clube

Modalidades: rugby

Localização: sede - Avenida Padre Alberto Neto, nº 1B     2605-124 Belas
local de treinos -  campo de jogos do C.D. Belas e sintético do 1º  de Maio no Cacém
Contactos: e-mail - Belasrugbyclube@sapo.pt
 .
Clube Desportivo de Belas
Modalidades: Futebol, Atletismo, o Ciclismo, a Ginástica, o Motocross, o
Tiro ao Arco e o Tiro ao Chumbo. BTT
Data de fundação: 18 de Maio de 1944
Localização: Sede - Rua Dr. Malheiros, 5 - 1º Dto. 2605-038 Belas
Campo Jogos - António P. Pinto Basto, Casal do Outeiro – 2605-165 Belas
Contactos:  sede - Tel./Fax 21 4310285  
campo de jogos - Tel. 21 4320514
Site: http://cdbelas.no.sapo.pt/

 

 ---------------------------------------------

 

 

à Ao nível das escolas, promove-se o desporto escolar, sendo que as várias escolas da zona oferecem múltiplas opções de escolha aos alunos para praticarem desporto em tempo extra curricular, chegando mesmo a fazer parceria com diversas das associações, clubes e organizações acima mencionadas.

 

Nota: devido a diversas dificuldades no acesso a informações acerca das datas de fundação, da totalidade das modalidades oferecidas actualmente ou até mesmo dos sites oficiais de algumas destas instituições, pedimos desculpa por não termos ao dispor essas informações. Caso tenhamos acesso às mesmas, desde logo as publicaremos aqui. Pedimos também desculpa pela péssima formatação deste post, mas hoje o servidor da Sapo está cheio de falhas, impossibilitando-nos de obter a formatação desejada.

 

Sentimo-nos:
posted by polisxxi às 15:18
link do post | comenta! | Elege-nos como teus favoritos!

Pesquisa aqui!

 

A nossa agenda online

Free Website Calendars by Bravenet.com View my Online Calendar
Free Calendars by Bravenet.com

Galeria Queluz

Os nossos links

blogs SAPO

Subscrever feeds